Manual de primeiros socorros: veja o que fazer em casos de acidentes domésticos com crianças

<img class="alignleft size-full wp-image-4916" src="https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-choque.png" alt="" width="204" height="225" data-mce-src="https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-choque.png" data-mce-fragment="1" srcset="https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-choque.png 204w, https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-choque-180x200.png 180w" sizes="(max-width: 204px) 100vw, 204px" /><span id="mce_marker" data-mce-type="bookmark" data-mce-fragment="1">​</span><span id="__caret">_</span><img class="alignleft size-full wp-image-4915" src="https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-asfixia-hover.png" alt="" width="288" height="275" data-mce-src="https://www.mamaebox.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/07/img-asfixia-hover.png" data-mce-fragment="1" /><span id="mce_marker" data-mce-type="bookmark" data-mce-fragment="1">​</span><span id="__caret">_</span><a href="http://gnt.globo.com/maes-e-filhos/Manual-de-primeiros-socorros--veja-o-que-fazer-em-casos-de-acidentes-domesticos-com-criancas.shtml">Manual de primeiros socorros: veja o que fazer em casos de acidentes domésticos com crianças</a>Manual de Primeiros Socorros por GNT Clique Aqui!

Fique atento à lista da Sociedade Brasileira de Pediatria com os acidentes domésticos mais frequentes entre as crianças de acordo com a faixa etária:
– 0 a 1 ano: quedas (do trocador, da cama, ou do colo), asfixia, sufocação, aspiração de corpos estranhos, intoxicações, queimaduras (com água quente, ou cigarro).
– 2 a 4 anos: quedas, asfixia, sufocação, afogamentos, intoxicações, choques elétricos, traumas.
– 5 a 9 anos: quedas, atropelamentos, queimaduras, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.
– 10 a 19 anos: quedas, atropelamentos, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.

Acompanhe o @mamaebox também no www.instagram.com/mamaebox


Deixe seu comentário