O Sono do Bebê e sua importância em seu desenvolvimento

O sono do bebê é muito importante e deve ser ensinado para os bebês, assim como os bebês aprendem a comer, falar, andar, ensinar a dormir faz parte do processo do desenvolvimento do bebê.

Os bebês durante o primeiro mês de vida dormem muito , em geral até 18h por dia , uma maravilha para os pais , porém depois deste período as cólicas ou o refluxo aparecem e tiram o “sossego” deste bebê dorminhoco e os pais ficam realmente sem saber o que fazer e apelam para as mais diversas práticas e táticas para o bebê voltar a dormir ou dormir por mais tempo.

O sono é importante para os bebês pois ajudará no seu desenvolvimento mental , físico e emocional . Os bebês ficam mais dispostos durante o tempo que se encontram acordados , por isso se concentram mais , comem melhor , brincam , interagem e se mantém bem humorados quando estão acordados. Pois , os bebês que se encontram com “privação do sono”, isto é , a “falta de sono”, demonstram sinais de sono ao longo do dia ,  mal humor , falta de coordenação motora , irritação , choros sem “motivos aparentes” e  pouca energia .

Esses bebês que não conseguem dormir adequadamente , ficam tão cansados que não conseguem relaxar e dormir um sono tranquilo , por isso acontecem os despertares noturnos ou sonecas curtas.

O Ciclo de Sono do Bebê é de 45min  em comparação com o ciclo de sono de um adulto que dura em média 90min . O sono é dividido em dois estágios REM e Non-REM , o primeiro REM é o sono ativo, sono mais leve e é o sono em que sonhamos e organizamos nossas memórias , já o Non-REM é o chamado verdadeiro sono , isto é , sono profundo.

O bebê também possui ambos os estágios REM e Non-REM , porém durante os primeiros 4meses de vida , o seu sono diurno particularmente não é muito organizado , pois o seu ritmo circadiano está se organizando.

Todos nós possuímos  um ritmo circadiano, um relógio interno que nos diz quando devemos ficar acordados e quando devemos dormir . Adormecer quando o nosso relógio biológico está definido para “acordar” é um desafio, ou quando ficar “acordado”  quando o nosso relógio diz “dormir”.

Cerca de metade do sono do bebê é REM , isto é um sono ativo e mais leve , levando a despertares mais facilmente .

Quando um adulto passa de um estágio de sono para o outro , isto é, do REM para o Non-REM , apresentam uma atividade cerebral , que muitas vezes nos acorda um pouco , isto é chamado de um desperta parcial , é onde nos viramos , arrumamos o travesseiro e voltamos a dormir. Mas quando os

bebês experimentam esses despertares parciais , ele resmungam , choram , por não saber como  voltar a dormir novamente após o ciclo de sono ter acabado.

Em geral é onde os pais criam algumas associações negativas para ajudarem os bebês a voltarem a dormir sozinhos ,como por exemplo oferecendo uma mamadeira , ninando , levando os para a cama dos pais entre outros , e esse despertar parcial passa a ser realmente um despertar , pois na tentativa muitas vezes “frustradas” dos pais fazerem os bebês voltarem a dormir eles acabam acordando definitivamente o bebê , que na realidade não estava “acordado” e sim parcialmente acordado , mas precisava de um “empurrãozinho” para voltar a dormir.

Por isso papais e mamães , prestem atenção nos sinais de sono do seu bebê , errado pensar que quanto menos sonecas o bebê tirar durante o dia ele dormirá melhor a noite , quanto mais cansado o bebê ficar ao longo do dia ele dormirá a noite toda . Para isso existem rotinas , rituais de sono para um sono mais tranquilo .

Patricia Tsukada

Consultora de Maternidade e Sono do Bebê da empresa Mommy in Bloom

Acompanhe o @mamaebox também no www.instagram.com/mamaebox


Deixe seu comentário