Adaptação escolar, pós férias

Adaptação escolar, pós férias.

Ah o verão. O sol, calor, praia, piscina, sorvete…

E tudo isso lembra o que? FÉRIAS!!! As tão sonhadas e esperadas férias.

Poder sair da rotina. Acordar na hora do almoço, curtir os filhotes ao máximo, brincar, ter uma overdose de Peppa, colocar as visitas aos parentes em dia, receber os amigos ou simplesmente não fazer nada.

São muitos dias de férias, aqui foram dois meses, o suficiente para a criança se acostumar a essa nova rotina. E agora que as férias estão acabando, o que fazer e como fazer para facilitar a adaptação das crianças a rotina escolar e das obrigações diárias.

  • COMECE COM ANTECEDÊNCIA

Uma semana antes do início das aulas, comece a inserir a rotina novamente na vida da criança, com horário para acordar, almoçar e principalmente dormir. Fazer um dia de interação com os amiguinhos que ela encontrará na escola também é uma ótima ideia;

  • CONVERSE COM SEU FILHO

Explique que este tempo que ficaram juntos, de férias, foi ótimo e muito proveitoso mas, que agora, ele precisa voltar para a escola. Reencontrar os amigos e continuar aprendendo. Seja sempre muito franca, a criança absorve tudo. Se você precisa que seu filho vá a escola ou que fique o dia todo na creche pois precisa trabalhar, explique isso à ele, por mais novo que ele seja. Confiança se adquire e começa desde cedo.

  • ADAPTE-SE JUNTO COM SEU FILHO

Sabemos que muitas crianças não tem problema algum em regressar ou começar a ir pra escola. O problema maior somos nós, os pais. Ficamos com receio de deixa-los com pessoas estranhas em locais estranhos. Por isso, conhecer bem a escola que seu filho frequentará e o corpo docente que o acompanhará é fundamental para acalmar o coração.

Quando minha caçula foi para a escola, minha mais velha tinha 5 anos e eu já tinha passado por várias fases de adaptação tanto com ela quanto com a minha filha do meio. Mesmo assim foi difícil, mais para mim.

A pequena adorava, pois via as irmãs e queria segui-las. Por outro lado, eu sentia que meu bebê estava crescendo rápido demais e que não precisaria mais de mim (coisas de mãe, vocês vão me entender :D). Eu entrava na sala junto, cantava junto, ia pro lanchinho junto…

Até que um dia a professora me chamou e disse que as outras crianças estavam perguntando por que só a mãe da Mariana ficava na sala. Entendi. Compreendi e aceitei. Mas precisei daquele tempo para me adaptar aquela nova situação.

Estando em harmonia e ajustando uma rotina à outra, cada família, ao seu tempo, irá se acostumar. PELO MENOS ATÉ AS PRÓXIMAS FÉRIAS!!!

ATÉ A PRÓXIMA !

Daniela Monreal

http://blog.surpresasdavida.com.br/

Daniela Monreal

 


Deixe seu comentário