Check list dos exames do Pré-Natal, por Luísa Aranha

Quando descobrimos a gravidez, depois de passada a alegria, surge milhares de dúvidas. O que pode o que não pode, o que é bom para o bebê, o que é bom para a gestante, o que devemos ou não fazer durante a gestação.

E ouvimos opiniões e pitacos de tudo que é lado. Cada pessoa com uma teoria diferente sobre o certo ou o errado, sobre como devemos nos portar, alimentar, vestir, dormir e o que não podemos fazer. Sim! Tem muita gente que ainda acredita que gravidez é doença! E não é raro, que tratem a grávida como um doente.

Mas quem está grávida não está doente. Está gerando outra vida e deve, claro, tomar alguns cuidados, melhorar a alimentação, procurar um obstetra e fazer um pré-natal.  Tudo que você poderá, ou não, fazer, vai ser baseado nos exames do pré-natal. Por isso eles são super importantes para a sua saúde e a do seu bebê.

Mas o que é pré-natal? Bom “natal” significa nascimento. Portanto, pré-natal, significa antes do nascimento.   Na linguagem popular de mães e obstetras, o pré-natal é o acompanhamento feito durante toda a gravidez, para garantir um nascimento tranquilo e sem sustos. Por isso ele é fundamental.

E quando a gente é mãe de primeira viagem, segunda, terceira ou milésima, sempre surge à dúvida se estamos fazendo todos os exames direitinho.  Porque não importa quantas gestações você já teve, toda a hora entram novos exames e mudam as coisas. Afinal, nossa medicina está sempre em evolução.

Pensando nisso, hoje a gente traz um check list de exames que você deve fazer durante a gravidez e exames que são opcionais.  Vamos a eles?

Antes de qualquer coisa, é importante, que depois da suspeita e do teste de farmácia, você procure um laboratório e faça um exame de sangue para confirmar a gravidez. Assim que tiver o resultado e comemorar, procure um obstetra. Ele vai te pedir a primeira ultrassonografia, que será vaginal, para confirmar a gravidez e ver se tudo está dentro do normal.  Depois disso, você irá realizar uma série de exames de sangue, urina e ultrassonografias ao longo dos três trimestres. E todos os meses, deve consultar com o obstetra. Ele irá verificar seu peso, sua pressão, tirar suas dúvidas, fazer exame de toque e ver se tudo está certinho. Quando vai chegando mais próximo do fim da gestação as consultas passam a ser quinzenais, e no último mês, semanais.

– Exames laboratoriais:

  • Hemograma

Para que? Detectar anemia e outras doenças do sangue.

Quando? Ele é realizado em todos os trimestres

  • Exame qualitativo de urina

Para que? Detectar doenças na urina e nos rins.

Quando? Ele é realizado em todos os trimestres

  • Urocultura

Para que? Especifico para detectar infecções urinárias.

Quando? Ele é realizado em todos os trimestres

  •  Glicemia em jejum (verificar diabetes)

Para que? Verificar diabetes.

Quando? Ele é realizado em todos os trimestres

  • Tipagem sanguínea

Para que? Verifica a compatibilidade do sangue do casal

Quando? Ele é realizado no primeiro trimestre

  • TSH e T4L

Para que? Verificar as funções da tireoide.

Quando? Ele é realizado no primeiro trimestre

  • Toxoplasmose

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

  • Rubéola

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

  • VDRL (sífilis)

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

  •  Hepatite B

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

  • Hepatite C

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

  • Anti-HIV (AIDS)

Para que? Para verificar o contato com a doença

Quando? Ele é realizado no primeiro e terceiro trimestre

 

Além desses exames obrigatórios, outros podem ser pedidos, de acordo com alguma alteração no resultado destes.

  • Teste oral de tolerância à glicose e curva glicêmica

Para que? São pedidos em caso de suspeita de diabetes.

Quando? A qualquer momento, dependendo da alteração do exame de glicemia.

  • Proteinúria

Para que? Serve para diagnosticar a pré-eclampsia.

Quando? A qualquer momento, se sua pressão arterial estiver alterada e alta.

 

– Ultrassonografias

 

  • Translucência nucal

Para que? Risco de Síndrome de Down.

Quando?  Entre a 11ª e 13ª semana

  • Morfológica

Para que? Identificar anomalias no feto

Quando?  Entre a 20ª e 24ª semana

  • Ecocardiograma Fetal

Para que? Verificar o funcionamento do aparelho cardíaco do bebê

Quando?  Entre a 18ª e 24ª semana

  •  Dopplerfluxometria Fetal

Para que? Verificar a distribuição do fluxo sanguíneo da placenta, bebê e útero.

Quando?  Entre a 26ª e a 38ª semana.

 

Além disso, seu obstetra pode pedir uma ultrassonografia sempre que achar necessário.  Para as mamães aflitas por saber o sexo do bebê, o ideal a realizar uma ultra com 18 semanas, assim, a chance de saber o sexo é mais garantida! E fica uma dica de lenda popular: comer chocolate duas horas antes da ultrassonografia, agita o bebê e ajuda para ele estar acordado na hora do exame. (Não sei se existe comprovação científica, mas comigo deu certo!).

por, Jornalista Luísa Aranha

Parceria Clube MamãeBox e Blog Mamãe Neura


Deixe seu comentário