Chega de choro! Entenda tudo sobre as famosas assaduras, por Sempre Materna

Elas incomodam os bebês e preocupam os pais, são as dermatites – mais conhecidas como assaduras. A lesão na pele é a mais comum entre os recém-nascidos, se manifesta com um vermelhidão e inchaço na pele devido ao contato com urina e fezes retidas nas fraldas por muito tempo.

Segundo a dermatologista Vanessa Penteado, algumas situações favorecem o surgimento da dermatite. “A umidade da fralda suja favorece a absorção das toxinas que irritam a pele. Já a fricção ajuda a esfolá-la. A falta de luz solar e o calor contribuem para a proliferação de alguns fungos que também podem provocar as assaduras”, explica.

Vanessa indica medidas simple para prevenção, confira:

ü  Utilize fraldas de material hipoalergênico e, de preferência, marcas de qualidade;

ü  Troque a fralda a cada evacuação;

ü  Mantenha a área genital sempre limpa e seca;

ü  Utilize produtos que formam barreiras protetoras contra assadura. Aqueles feitos a base de óxido de zinco são essenciais;

ü  Higienize a pele do bebê com água morna e algodão;

ü  Não friccione durante a higienização;

ü  Não use pós e talcos, eles podem ser inalados pelo bebê;

ü  Tente deixar o bebê sem fralda por alguns minutos para que a pele fique exposta e livre dos atritos.

Tratamento

Nesta hora o foco deve ser o bem–estar do bebê. Independentemente da causa, a região afetada deve ser higienizada com água morna e sabão neutro na hora do banho. Já durante a troca de fralda, o pediatra pode indicar uso de pomadas e/ou medicações.

 

Parceria Clube MamãeBox e Revista Sempre Materna


Deixe seu comentário