A Rotina de sono do bebê: dicas para se ter uma rotina saudável

A rotina de sono do bebê é uma questão que carrega dúvidas, muito comum, principalmente, para pais de primeira viagem, dúvidas relacionadas aos cuidados do bebê.

Aspectos como rotina e sono do bebê são essenciais ao desenvolvimento infantil e não devem ser ignorados.

Diante disso, o dr. José Gabel, membro do Departamento de Cuidados Domiciliares da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), revela alguns caminhos para um ritual equilibrado que favoreça o cotidiano familiar e o sono do bebê.

“Desde a chegada do bebê ao seu novo lar, é importante estabelecer uma rotina. Assim, o bebê se acostumará aos horários e dinâmicas vivenciados pela família, e ficará menos ansioso”, explica o pediatra. No entanto, ele frisa que apenas as atividades do dia-a-dia são reguláveis – com exceção ao aleitamento materno, que deve ser incentivado em livre demanda.

Quanto ao tempo de sono, este é variável. O bebê pode dormir de 15 a 18 horas até o terceiro mês de vida, com tendência a diminuição conforme seu crescimento. Os pais devem se atentar, visto que as consequências de noites de sono mal dormidas são irritabilidade e temperamentos difíceis nos pequenos.

“Em caso de dificuldades para dormir, devem ser investigadas possíveis modificações no comportamento e horários do bebê. Alterações físicas ou eventuais incômodos também podem influenciar. Existe todo um protocolo de pesquisa para ver se há necessidade de algum tipo de intervenção – comportamental ou medicamentosa-. Até que seja amplamente esclarecido, é necessária a atenção e consulta de um pediatra”, alerta. Um dos fatores que pode contribuir para um despertar adiantado, fora da média, é a alimentação incorreta da criança antes de dormir.

Dicas para uma boa noite de sono
Estimular o bebê a se movimentar durante o dia pode ajudar. Além de auxiliar em seu desenvolvimento, faz com que ele fique cansado e o sono chegue mais rápido durante a noite.

Ademais, procedimentos como “contar uma história” ou “dar naninha” à criança são extremamente favoráveis, pois elas relaxam e dormem com mais facilidade. Aliás, é muito saudável que a criança tire sonecas nos intervalos das mamadas, e os pais podem treiná-las na aquisição desse hábito.

Pesadelos são comuns e podem atrapalhar as noites de sono das crianças. A sua rotina diária pode afetar na hora de dormir. Se o dia da criança for tranquilo, é menos provável que ocorra esse tipo de evento.

Crianças menores costumam assustar-se com ruídos, ao passo que, em crianças maiores, sentimentos de ansiedade ou medo decorrentes de imaginações podem comprometer.

Nessas horas, os pais são fundamentais para oferecer segurança e conforto aos filhos. É preciso ter paciência e continuamente estimular a independência dos pequenos.

Acompanhe o @mamaebox também no www.instagram.com/mamaebox


Deixe seu comentário