Hidratação é essencial durante a gestação, por Sempre Materna

O período de gestação é um dos mais belos na vida da mulher, bem como um dos que causam mais mudanças, tanto emocionais, quanto físicas. Nessa fase, o ganho de peso proporciona um estiramento maior na pele, que mesmo sendo um processo natural, pode preocupar as futuras mamães.
Mas, como nosso corpo se prepara para tantas modificações? O organismo da futura mamãe produz duas proteínas, colágeno e elastina, que são responsáveis em dar elasticidade, rigidez e firmeza à pele. Quando há redução destas substâncias, as fibras se rompem e as temidas estrias aparecem. Além disso, unhas, cabelos e articulações podem se tornar mais frágeis.
Para prevenir os rompimentos das fibras e, consequentemente, o aparecimento das estrias, Samar Mohamad El Harati, dermatologista do Hospital e Maternidade Rede D’Or São Luiz, afirma que a hidratação da pele é fundamental. “Desde o início esse cuidado é imprescindível, principalmente nos seios, coxas e nádegas. Além disso, deve-se ingerir pelo menos dois litros de água por dia”, diz o especialista. A dermatologista indica o uso de hidratantes específicos para o período de gestação, que sejam à base de lactato de amônio, elastina, colágeno, vitamina E e óleos vegetais. Produtos que contenham polipeptídeos botânicos, hidroxiprolina e óleo de amêndoas também são indicados, já que estimulam a formação de colágeno e elastina, além de serem hipoalergênicos (com menor risco de provocar alergia).
Mas é necessário atenção aos rótulos das embalagens. “Hidratantes que contenham ureia ou ácidos devem ser evitados, na dúvida, consulte sempre o dermatologista”, alerta Samar.

Parceria Clube MamãeBox e Revista Sempre Materna


Deixe seu comentário