Mulher grávida não deve carregar peso, é verdade?

Resposta, por Eleonora Fonseca, Obstetra e Integrante do Conselho Médico do BabyCenter

Mulher Grávida pode carregar peso? Gestações sem complicações não costumam apresentar nenhum problema decorrente de um esforço físico como o de carregar peso.

Para esses casos vale o bom senso — se carregar peso gera qualquer tipo de desconforto, sendo o mais comum as dores musculares — a atividade deve ser evitada. Não pelo bebê, que está bem protegido, mas pelo bem-estar da mãe.

Nos casos de gestações com incompetência cervical e gemelares, por exemplo, carregar peso é contra-indicado, pois o aumento da pressão abdominal decorrente deste esforço pode desencadear contrações e levar à dilatação do colo uterino.

Além disso, toda mulher grávida deve ter muito cuidado ao carregar objetos pesados, especialmente à medida que a gestação avança. A cautela se deve ao fato de os ligamentos do corpo ficarem mais soltos e as articulações menos estáveis durante a gravidez, aumentando as chances de uma queda.

Com o crescimento da barriga, o centro de gravidade passa do meio para a frente e há mais pressão sobre a lombar, o que a torna mais vulnerável a uma distensão.

A mudança do centro de gravidade também resulta em perda de equilíbrio. Além de ser prejudicial à mãe, uma queda mais séria pode ser arriscada para o bebê, às vezes levando a partos prematuros ou descolamento da placenta.

É importante prestar atenção à sua postura quando tiver mesmo que segurar algum objeto mais pesado: flexione os joelhos, mantenha as costas eretas, use as pernas em vez de os músculos das costas, carregue o peso perto do corpo e evite ficar virando de um lado para o outro.

Fonte: BabyCenter

Siga o @mamaebox no www.instagram.com/mamaebox


Deixe seu comentário