Polivitamínicos na Amamentação: Leite materno é beneficiado com suplementação

Que o leite materno é rico em gordura e minerais, todos já sabem. Mas você sabia que além disso também há vitaminas, enzimas e imunoglobulinas que protegem contra doenças? Isso mesmo, apesar de o leite maduro ser formado em 87% por água, os outros 13% são poderosa combinação de elementos, fundamentais para o crescimento e desenvolvimento da criança.

 As necessidades nutricionais durante a amamentação são maiores, sendo necessário aporte calórico adequado para suprir o conteúdo energético do leite produzido.  De acordo com o ginecologista e obstetra, Franco L. Chazan é recomendado o aumento do consumo de alguns alimentos para sustentar a lactação e não diminuir as reservas maternas.

 Veja a lista:

Ferro (carne vermelha magra, fígado, feijões, verduras escuras),

Cálcio (leite, iogurte, queijo, salmão, couve, espinafre, almeirão, gergelim, amêndoas), vitaminas A (fígado, gema de ovo, vegetais verdes escuros e amarelos)

Complexo B (hortaliças folhosas verdes, leguminosas, fígado, germe de trigo, suco de laranja)

Para manter a qualidade do leite e a energia da mamãe, é recomendado continuar com o uso de polivitamínicos. “A suplementação usada na gravidez traz bom balanceamento de oligominerais e vitaminas. O que for necessário será absorvido pelo organismo, o que não for será excretado”, diz o médico.

Não se esqueça

Uma mãe saudável, bem nutrida, tem mais possibilidades de amamentar com sucesso. “Siga as orientações do seu médico e inclua a suplementação vitamínica à sua dieta, se for recomendada”, aconselha o médico. Seu filho agradece!

 


Deixe seu comentário