Psicomotricidade e o desenho da criança

O desenho é uma atividade espontânea e como tal, deve-se respeitá-la e considerá-la como a grande obra das crianças.

Se a criança tem vontade de desenhar, anime-a sempre que o faça. O ideal seria que todas as crianças pudessem ter, desde cedo, algum contato com o lápis e o papel. Começarão com rabiscos e logo estarão desenhando formas mais reconhecíveis. O desenho evolui paralelamente ao desenvolvimento da criança.

O desenho não se ensina, sai de dentro da criança. Pode-se estimular um bebê de um ano e poucos meses, por exemplo, deixando-o ter contato com algum lápis. Convém utilizar os de cera que tem a ponta arredondada e são mais gordinhos.

Nessa idade, muitas crianças já poderão segurar um lápis e fazer seus primeiros rabiscos. Ou pode-se, você mesmo desenhar e interagir com a criança. Sempre muito educativo e divertido.

Quando já estão criando seus primeiros rabiscos, quanto mais a criança desenhar, ela se aperfeiçoará, e mais benefícios se notará no seu desenvolvimento. O desenho facilita e faz evoluir a criança na:

1- psicomotricidade fina

2- escrita e a leitura

3- confiança en sí misma

4-exteriorização de suas emoções, sentimentos e sensações

5- comunicação com os demais e consigo mesma

6- criatividade

7- formação da sua personalidade

8- maturidade psicológica

Beijos e até a próxima dica 🙂

Fonte: GuiaInfantil.com


Deixe seu comentário