Saúde bucal na gravidez : cuidados necessários para as gestantes neste período

A saúde bucal está totalmente relacionada à alimentação e ao bem-estar. Estar com a saúde bucal em dia é fundamental no período da gravidez, já que a futura mamãe vai se alimentar mais vezes para ter uma gestação sadia e doenças bucais podem afetar esse processo.

A odontologista Caroline Malavasi, especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, com consultório na Barra da Tijuca (RJ), explica quais são os cuidados necessários e o que as gestantes precisam se atentar para uma saúde bucal na gravidez.

A especialista explica que enjoos e vômitos são frequentes durante a gestação, aumentando a acidez bucal que favorece o desenvolvimento de bactérias, potencializando os problemas periodontais existentes.

“A boca e os dentes não devem estar desassociados da saúde do organismo da mamãe e do bebê. Muitas pessoas não sabem, mas é importante ter um pré-natal bucal, ou seja, o acompanhamento com um dentista para que ele avalie todas as condições da saúde bucal e indique os tratamentos e cuidados necessários para esse período”, explica a odontologista. 

Período indicado para tratamentos 

Os três primeiros meses de gestação são os mais delicados e sensíveis para o bebê, já que nesta fase ele está em processo de formação. Por isso, a odontologista ressalta que o quarto e sexto mês de gestação são os mais indicados para se submeter a tratamentos odontológicos. 

Higienização

É muito importante que a higiene seja ainda mais frequente, já que a alimentação será feita mais vezes. “Escovar os dentes e usar fio dental é fundamental, pois eles evitam a proliferação de bactérias, cáries e sangramento na gengiva. Escolha cremes dentais com sabor suave, para evitar enjoos. Se perceber que o creme está causando desconforto, troque-o por outro. Na hora do enxaguante bucal, opte por produtos sem álcool para complementar essa limpeza”, informa. 

Se atente aos sangramentos 

Em mulheres grávidas, é comum acontecer a gengivite gravídica, uma inflamação comum neste período, que corre quando a placa, que contém bactérias, se acumula nos dentes e produz toxinas que irritam as gengivas.  “É importante se atentar aos sangramentos, se forem frequentes, podem indicar um quadro de gengivite gravídica”, ressalta a especialista. 


Periodontite

A periodontite é assunto sério para a gravidez, pois ela pode aumentar as chances de parto pré-matura e nascimento de bebês com baixo peso, segundo a especialista. 

A gengivite é  uma intercorrência que acomete muitas pessoas e se não for estabilizada em seu estado inicial, as bactérias se fortalecem e se multiplicam, indo para o osso e ligamentos que sustentam os dentes, causando a periodontite.  Além da inflamação na gengiva, também pode existir a perda óssea, que pode amolecer o dente ou até mesmo acarretar a sua perda. 

“As alterações hormonais na gravidez não causam a periodontite, mas tornam os tecidos mais suscetíveis, assim, a gravidez apenas pode agravar problemas periodontais já existentes, fruto do acúmulo de placa bacteriana. Por isso, temos que avaliar os problemas que ela pode trazer para mães e bebês, então, é fundamental ter acompanhamento odontológico neste período”, finaliza a especialista. 

Siga @mamaebox no www.instagram.com/mamaebox

Você pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime Amazon! Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI. A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Assine 30 dias grátis!


Deixe seu comentário