Doenças respiratórias em crianças são frequentes devido a temperatura instável

O tempo permanece instável em muitas regiões do país, onde ora está frio, ora calor. Tais mudanças bruscas na temperatura não fazem nada bem para a saúde, principalmente das crianças.

Ocorre então o aumento da incidência de doenças respiratórias em bebês e crianças, o que exige muita atenção dos pais, já que alguns quadros podem levar a uma parada respiratória.

Os principais problemas relacionados ao sistema respiratório da criança são obstrução nasal (nariz entupido), sinusite, amigdalite, rinite, broncoespasmos (dificuldade para respirar por conta de inflamação nos brônquios) e asma.

Além das variações de temperatura, a baixa umidade do ar e a poluição podem favorecer o surgimento dessas doenças.

Os sintomas mais comuns que sinalizam alterações respiratórias nos pequenos são tosse produtiva e persistente, febre, chiado para respirar, coriza, lacrimejamento, dificuldade para respirar e indisposição.

Para evitar, é necessário minimizar os fatores de riscos, portanto, deve-se manter ambientes ventilados e sem umidade, retirar cortinas, tapetes e pelúcias do quarto, evitar exposição à fumaça de cigarro, poeira, perfumes e produtos de limpeza, manter as mãos das crianças higienizadas e agasalha-las sempre que estiver frio.

É importante ressaltar que crianças escolares estão mais propensas a manifestarem doenças do trato respiratório, já que a transmissão ocorre diretamente. Ao notar os sintomas, os pais devem levar o menor o quanto antes ao pediatra para que seja indicado o melhor tratamento, evitando assim que o problema evolua.

Caso perceba sinais de falta de ar e cianose (cor da pele alterada para azul-arroxeada) é necessário que o bebê ou criança seja levado imediatamente ao pronto-socorro, pois ele pode estar prestes a ter uma parada respiratória, que pode levar a óbito.

Por Dra. Priscilla Pereira | Priscilla Pereira é coordenadora do serviço de pediatra da Clínica Doktor’s (SP). Mais informações www.doktors.com.br


Deixe seu comentário