Vacinação na rede pública X rede privada: tire todas as suas dúvidas

O Programa de imunização no Brasil é bastante completo e funciona muito bem.

Embora ambos sejam seguros e protejam as crianças, conheça as diferenças que você deve saber para poder escolher e entender um pouco mais sobre vacinação:

1) Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, haemophilus e hepatite B) x Hexavalente (difteria, tétano, coqueluche, haemophilus, hepatite B e pólio inativada)

  • Quem recebe a Pentavalente na rede pública, deve receber a pólio inativada separadamente.
  • A vacina Hexavalente na rede privada elimina uma picada, pois inclui a pólio inativada e seu componente acelular da vacina anticoqueluche, pode dar menos reações indesejadas.

2) Vacina Meningocócica

  • A rede pública oferece a vacina meningocócica tipo C.
  • A rede privada oferece a vacina meningocócica contra os tipos A, C, W, Y que amplia a proteção além da C, para mais três tipos de meningite, sendo que alguns desses tipos são muito prevalentes em outros continentes.
  • A vacina para o meningococo tipo B está no calendário da Sociedade Brasileira de Imunizações, mas ainda não é oferecida na rede pública. Portanto, somente é encontrada em clinicas de vacinação privadas. Permite uma cobertura de aproximadamente 80% dos meningococos B, com imunidade duradoura.
  • A meningite causada pelo meningococo B hoje, percentualmente é a principal causa de meningite meningocócica no Brasil. É uma doença grave com alto índice de mortalidade.

3) Vacina Pneumocócica

  • A vacina “pneumocócica 10”, que está presente na rede pública, protege contra 10 subtipos de pneumococos; enquanto a vacina “pneumococo 13”, existente na rede privada, protege contra 13 subtipos.
  • Os principais pneumococos já estão presentes na “pneumo 10″

3) Vacina Rotavírus monovalente X vacina Rotavírus pentavalente

  • A vacina de rotavírus é uma vacina de vírus vivo, oral. Ela pode ser monovalente, que protege apenas contra um sorotipo de rotavírus, mas oferece proteção cruzada contra outro sorotipo e é dada em duas doses. A vacina rotavírus monovalente é oferecida na rede pública.
  • A vacina pentavalente, que está presente na rede privada, oferece imunidade contra cinco sorotipos diferente de rotavírus e é feita em três doses.

3) Vacina Hepatite A

  • A rede pública vacina as crianças contra a hepatite A com um ano de idade e mantém uma única dose, que garante uma cobertura de até 10 anos.
  • A sociedade Brasileira de Imunizações recomenda uma segunda dose após seis meses para garantir a cobertura permanente.

4) Vacina Varicela

  • É oferecida na rede pública apenas uma dose, que não impede que a criança adquira a doença, apenas evitas complicações e versões mais graves.
  • Na rede privada são realizadas duas doses ampliando significativamente a proteção da doença.

Dra. Lisiane Dresch

Pediatra e Neonatologista

CRM 20.221

Sobre Alô Mamãe:
O Alô Mamãe é um serviço de assinatura de orientação e informação em saúde para gestantes e mamães de bebês. É um canal disponível 24 horas por dia para as mamães tirarem dúvidas sobre a gestação e os cuidados com seu bebê. O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiras, nutricionistas e educares físicos que fazem o acompanhamento da saúde da gestante/mãe e do bebê. Além disso, a equipe de saúde entrará em contato para fazer o acompanhamento durante toda esta fase de gestação e pós-parto. O objetivo não é substituir as consultas e o acompanhamento médico, mas sempre estar à disposição para responder as dúvidas das assinantes.

Site: http://alomamae.net/#/mamaebox

Fone: 0800 888 8121

Vídeo: https://youtu.be/xejCbTdoFz4


Deixe seu comentário