top of page
XCM_Manual_1178377_BR_FRALDA_Baby_610x180_Country_Expansion_Brazil_XCM_Manual_1178377_AMAZ

Amamentação e os cuidados na alimentação

A rotina da mulher muda após o nascimento do bebê, afinal ele passa a ser a prioridade e todos os cuidados são direcionados ao novo integrante. Hora do sono da mamãe, banho e até alimentação. Por isso, é importante adotar uma dieta mais saudável e nutritiva, cuidar com a alimentação durante a amamentação.

De acordo com o ginecologista e obstetra, Franco L. Chazan, as necessidades nutricionais durante a amamentação são maiores para suprir a energia utilizada para a produção e secreção do leite materno.

Franco recomenda que, durante essa fase, a mamãe pode aumentar o consumo de alimentos:

– Ricos em ferro: carne vermelha magra, fígado, feijões, verduras escuras;

– Cálcio: leite, iogurte, queijo, salmão, couve, espinafre, almeirão, gergelim, amêndoas;

– Vitaminas A: fígado, gema de ovo, vegetais verdes escuros e amarelos;

– Complexo B: folhas verdes, leguminosas, fígado, germe de trigo, suco de laranja.

“Os alimentos citados ajudam para sustentar a lactação e não diminuir as reservas maternas. Procure ajuda de um profissional para receber orientações sobre quantidade diária adequada de acordo com o seu peso”, aconselha o médico.

Para que não permaneçam dúvidas, conversamos com a nutróloga, Liliane Oppermann, sobre aspectos nutricionais e amamentação. Veja:

1. Restrição alimentar

A princípio, nenhum alimento é proibido. Mas o bebê pode começar a recusar o aleitamento devido a rejeição ou intolerância com alguma substância. Fique atenta com os seguintes itens: leite de vaca, castanhas (como o amendoim), frutos do mar e carne de porco. Mas, antes de riscá-los no cardápio, converse com o seu médico. Outra dica importante é abrir mão de bebidas alcoólicas durante o período em que estiver amamentando.

2. Fazer regime pode?

Recuperar a boa forma após a gestação é o desejo de muitas mulheres. Porém, cortar calorias é perigoso, afinal o organismo precisa de energia para produzir o leite materno. Para alimentar o filho, as mamães precisam de 20% a mais de calorias do que as necessárias em outra fase da vida. Sem contar que o ato de amamentar faz perder peso gradualmente.

3. Alimento light ou diet

O ideal é fazer uso moderado dessas substâncias, pois elas não são consideradas saudáveis. É ainda melhor usar açúcar, em menor quantidade. Se a mãe quiser usar adoçante não deve ultrapassar dois envelopes por dia (duas colheres de café se for em pó ou dez gotas se for líquido).

4. Período indicado da amamentação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam que o leite materno seja exclusivo por seis meses. Após este período, ele deve ser continuado a ser oferecido.

5. Tempo de cada mamada

Nos primeiros dias, quando o hábito começa a ser estabelecido, o tempo pode ser bem maior. E o intervalo entre uma mamada e outra deve ser de duas a quatro horas.

6. Como aumentar a quantidade de leite

A própria sucção é um estímulo para a produção de leite. Cabe à mamãe, ingerir bastante água, pois ela é matéria-prima essencial nesse processo. Outra dica é esvaziar o peito para que a produção não pare, processo chamado de ordenha.

7. Vegetariana

É importante redobrar os cuidados com a alimentação e se certificar de que está ingerindo vitaminas e minerais suficientes. Uma consulta com o nutricionista pode ser a melhor opção para elaborar um cardápio adequado, com refeições saudáveis.

8. Atenção com os gases

Alimentos como brócolis, repolho, feijão, ovo, marisco, chocolate, milho, cebola, alho e alguns temperos podem causar gases, diarreia ou brotoeja no bebê. Produtos industrializados, com muitos corantes e aditivos também podem fazer mal. Mas isso varia de mulher para mulher, para se certificar de quais alimentos afetam o pequeno, basta eliminá-los da dieta por um ou dois dias e observar se os sintomas desaparecem.

9. Cafezinho está liberado?

A cafeína pode ser eliminada ou reduzida durante a amamentação. Algumas vezes, afeta o leite e provoca agitação e irritação no recém-nascido, além de desconforto no estômago. Se a cafeína for um problema, procure eliminar da dieta também os chás pretos, refrigerantes e chocolates.

10. Lanchinho bom

Adote o hábito de comer um lanchinho nutritivo como uma vitamina de iogurte batido com frutas, uma barrinha de cereais ou uma torrada com queijo, sempre que for dar de mamar.

XCM_Manual_1178377_BR_FRALDA_Baby_610x180_Country_Expansion_Brazil_XCM_Manual_1178377_AMAZ
Dicas amamentação mamãebox
bottom of page